Relacionamento em uma viagem de volta ao mundo

Quando você tem um relacionamento em uma viagem, há um novo aprendizado na vida. São problemas novos e também alegrias novas! Mas, nem todo mundo lida bem com isso. Quando resolvemos fazer a viagem de volta ao mundo de carro, nosso lema foi: o casamento em primeiro lugar.

Mas não é fácil a rotina de um relacionamento em uma viagem. Pensar que você fica o tempo todo junto, sem descanso. E o tempo todo tomando decisão: vira direita ou esquerda? Dá para encarar esse restaurante ou não? Dá para dormir nesse muquifo? Mas e nosso orçamento? Já gastamos além do budget hoje! E por ai vai… Esse é o momento em que muitas pessoas, mesmo apaixonadas dizem: “nossa, eu e meu marido brigaríamos muito”.

Como fica o relacionamento em uma viagem

Sabíamos que a convivência seria intensa e sobreviver a ela seria um dos fatores chaves para o sucesso do casamento e da viagem. Já passamos por 68 países e dirigimos mais de 120 mil quilômetros, tudo isso morando a maioria do tempo em nosso próprio carro.

Ficamos pouquíssimas horas separados, talvez uma hora em San Diego quando fui fazer uma aula de yoga, algumas horas em que o Leo estava surfando e eu estava na areia, algumas horas em Londres quando fui fazer um jantar só com amigas!

Fora essas pequenas férias, estamos o tempo todo juntos, agora mesmo estamos sentados dentro do carro, eu escrevendo e o Leo trabalhando nas fotos.

No geral, nossa rotina é quase dependente um do outro, na maioria do tempo estamos dentro do carro, e enquanto o Leo dirige, eu trabalho ou coordeno para onde vamos. Quando paramos, Leo cuida da barraca, eu cozinho, ele lava a louça. No geral ele cuida do site e das fotografias e eu cuido dos textos. Banho, se der vamos sempre juntos, principalmente em camping meio estranhos. Assim é nossa rotina.

Mas não desgasta a relação?

Achamos que não, até porque, se achássemos que estava fazendo mal para o relacionamento já tínhamos voltado. Sempre falamos abertamente sobre isso, o casamento é mais importante que a viagem e se em algum momento nos pegarmos discutindo se estamos felizes, precisamos repensar.

Além da rotina da viagem, resolvemos ser sócios na empresa Viajo logo Existo. Que começou como o projeto de viajar o mundo e agora cresceu para produtos, blogs, geração de conteúdo, consultoria e tudo isso da estrada.

Imagina além de tudo isso fazer um livro com o seu marido/sócio? Fácil? Pode ser fácil para alguns, mas para a maioria não é, e é nessas horas que vocês descobrem um monte de diferenças.

Como fazer para não brigar?

Então como fazer para não brigar?! No nosso caso, sempre respeitamos um ao outro, respeitamos a opinião um do outro, valorizamos um ao outro e claro, as vezes divergimos também. O resultado vai ser um trabalho feito a quatro mãos, nem sempre com tudo o que você quer, mas isso vale para os dois lados. E nunca dormimos sem resolver um problema.

É assim que levamos nosso relacionamento, de forma leve, estamos sempre lendo, as vezes juntos, eu confesso, mas vamos trazendo assuntos novos, cada um com sua opinião e com sua maneira de ver o mundo que passa diariamente pela nossa janela.

Por Rachel Spencer, do Viajo logo Existo

2017-07-25T15:08:18+00:00