Me diz, o que acampar significa para você?

O que a palavra acampar significa para você? Para muitas pessoas ela significa estar perto da natureza, para outras ainda é uma maneira de viajar para quem não tem dinheiro, mas na verdade acampar é uma maneira de viajar.

A primeira vez que Rachel Spencer e seu marido, Leonardo Spencer, foram acampar foi em Paraty. Depois de contar para alguns amigos do trabalho (do banco na época), eles os perguntaram se estavam com problemas financeiros.

Chega a ser cômico, mas é real. No Brasil, se associa a ideia de acampar com falta de recursos.

Nos quase quatro anos que passaram viajando pelo mundo, eles encontram uma cultura de camping muito forte principalmente nos Estados Unidos, na Alemanha, França e Itália. Basicamente em toda a Europa Central.

Mas, a pergunta que eles se fazem é: “se estamos o tempo todo querendo ser como os países de primeiro mundo porque ainda viramos o nariz para o ato de acampar?”

Por que brasileiro não tem o hábito de acampar?

Apesar do Brasil ter muitas belezas naturais, rios, praias, parques, montanhas, não é comum ver muitas pessoas que acampam. Um dos motivos pode ser a própria falta de infraestrutura, já que o acampamento acaba sendo muitas vezes em terrenos baldios, sem muito cuidado, banheiros ou cozinhas apropriadas e, com isso, surge uma outra preocupação que no Brasil ainda é um grande problema, a questão de segurança.

Então, o que pode ser diferente?

Acho legal dividirmos que muitos dos lugares que acampamos eram hotéis. Na África, por exemplo, há muitos dos hotéis, inclusive de luxo, que tem uma área para quem quer acampar. Eles os recebem como a qualquer outro hóspede“, conta Rachel.

Em Malaui, um hotel com uma praia privativa e restaurante também possuía a parte de camping. Área que tem a mesma vista privilegiada para a praia que os quartos, além de churrasqueira para quem preferir acampar. Dessa forma, você pode optar por acampar ou por ficar em um quarto e mesmo assim usufruir de toda a infraestrutura do hotel: piscina, restaurante, passeios e etc.

Se os hotéis oferecessem um espaço para camping, com certeza as pessoas ficariam mais inclinadas a acampar.

“Encontramos muita gente acampando pela África, principalmente europeus”, relembra Rachel. Geralmente eles alugam um carro todo equipado com barraca, cozinha, e tudo que é necessário. Assim, resolvem curtir o país visitado.

Acampar é uma forma de aproveitar melhor o lugar

Quando Rachel e Leo conversavam com os frequentadores de campings sobre acampar, puderam perceber que para eles é algo natural, que sempre fizeram. Além disso, alegaram ser uma forma de aproveitar melhor o lugar com a liberdade e flexibilidade de ir e vir e ficar quanto tempo quiser, principalmente, nos lugares que mais gostarem.

As responsabilidades de acampar

Óbvio que junto com o hotel oferecendo a estrutura, existe também uma responsabilidade mútua com o todo, cada um mantém seu espaço limpo. Na Europa, os campings, em sua maioria, tem coleta seletiva do lixo. Todo mundo usa o banheiro sabendo que tem outra pessoa na sequência e os deixa exatamente como gostariam de encontrá-lo.

Na África, o casal conta que passaram por vários países e não tiveram um camping que não tivesse água quente. Aliás, leia esse post sobre banho frio na estrada para entender a situação.

Na África do Sul, que também tem uma cultura forte de camping, muitos banheiros têm até banheira. Fora isso você está em uma área aberta, com outras famílias, ás vezes crianças, e precisa ter bom senso sempre.

Mas essa também é a parte boa! Nos Estados Unidos, enquanto eles acampavam no Parque Death Valley, em Nevada, o Leo tocava violão enquanto Rachel cozinhava. De repente, duas meninas, com menos de 10 anos, se aproximaram e perguntaram se podiam ouvir um pouco da música, pois estavam gostando.

A convivência com outras pessoas no camping

Em Botswana eles foram convidados para jantar com uma família da África do Sul. Uma das pessoas trabalhava na Land Rover e aquele jantar acabou virando um convite para participar do livro da marca.

O camping aproxima as pessoas. É uma ótima maneira de conhecer gente de vários lugares, pois a maioria lá também são turistas, com intenção de fazer novos amigos ou saber como eles enxergam o mesmo lugar que você está.

Acampar na Muralha da China

Além de terem acampado de forma intensa pela África, na Ásia eles tiveram uma das experiências mais incríveis da vida: acampar no alto da Grande Muralha da China. Uma experiência sensacional!

Somente Rachel, Leo e mais um casal de novaiorquinos acamparam por ali naquele dia. Durante a noite, eles sentaram-se na muralha, somente os dois, e refletiram sobre quantas guerras e batalhas não aconteceram por ali.

Porque acampar abre a mente

Rachel diz que fazer a viagem acampando  contribui muito para abrir a cabeça e abrir muitas portas também. “Quando pensamos em voltar para alguns lugares com nossos filhos, com certeza pensamos em voltar e acampar com eles”, diz.

Cada vez mais pessoas se inclinam a acampar! Rachel e Leo ficam na torcida para que o Brasil veja essa forma interessante de viajar e se manter próximo da natureza. Afinal, essa é uma forma super bacana de desenvolver o turismo e incentivar mais pessoas a viajarem.

Rachel Spencer

A Rachel fez uma volta ao mundo de carro de 2013 a 2016 passando por 78 países. Se quiser acompanhar mais da viagem, é só acessar o Viajo logo Existo.

2017-07-25T15:01:06+00:00